Entenda o que muda na F1 com o novo regulamento para 2026

O objetivo é tornar a categoria mais acessível a novas equipes e montadoras

Publicado em 06/06/2024 às 13:47 | Atualizado em 06/06/2024 às 13:53

A Fórmula 1 entra em uma nova era a partir de 2026 com a implementação de um conjunto de regras revolucionárias para os carros.

O objetivo principal é alinhar a categoria com os princípios de sustentabilidade, redução de custos e competitividade, proporcionando corridas ainda mais emocionantes para os fãs.

A primeira etapa dessa transformação já foi definida no ano passado, com a aprovação da nova configuração das unidades de potência.

A F1 decidiu manter o motor turbo híbrido V6, mas com ajustes significativos para aumentar a sustentabilidade e reduzir custos. Entre as mudanças, estão:

  • Aumento da energia elétrica nas unidades;
  • Fim do MGU-H (peça utilizada para recuperação de energia);
  • Novo MGU-K que gera o triplo de potência.

Embora a FIA tenha permitido a continuidade do efeito solo, os carros também terão uma nova concepção em 2026, sendo mais curtos, mais estreitos e mais leves (768 kg, 30 kg a menos que a geração atual).

Pneus menores e adeus ao DRS

  • Os pneus permanecem de 18", mas a largura dos dianteiros será reduzida em 25 mm e a dos traseiros em 30 mm, com perda mínima de aderência;
  • O DRS (Sistema de Redução de Arrasto) será extinto, dando lugar ao MOM (Modo de Ultrapassagem Manual), que concederá um ganho de potência aos carros quando estiverem próximos aos da frente.

Sustentabilidade em foco

O novo regulamento se baseia em quatro pilares:

  • Manutenção do espetáculo: motores com desempenho semelhante aos atuais, utilizando combustão interna de alta potência e alta rotação;
  • Cuidado com o meio ambiente: aumento da energia elétrica na unidade de potência em até 50% e utilização de combustível 100% sustentável;
  • Sustentabilidade financeira: regulamentos que reduzem os custos para os competidores e atraem novas montadoras;
  • Foco na pilotagem: carros mais leves, potentes e com menor dependência da aerodinâmica, exigindo mais habilidade dos pilotos.

Um futuro promissor para a Fórmula 1

Com essas mudanças ambiciosas, a Fórmula 1 busca garantir um futuro ainda mais emocionante e sustentável para a categoria.

A expectativa é que os novos carros proporcionem corridas mais disputadas, com maior foco na pilotagem e na competitividade entre as equipes, tudo isso sem perder a essência que torna a F1 um dos esportes mais populares do mundo.

Tags

Autor