Processo Nino

Ex-Fluminense, Nino processa Alexandre Frota por insinuação sobre convocação para a Seleção Brasileira

O jogador entra com ação na Justiça e pede indenização de R$ 50 mil

Imagem do autor
Cadastrado por

Laura Lay

Publicado em 15/05/2024 às 9:21 | Atualizado em 15/05/2024 às 11:10
Notícia

O zagueiro pernambucano Nino entrou com ação contra Alexandre Frota devido a acusação feita pelo ex-deputado federal.

Em declarações feitas ao canal Futeboteco em março deste ano, o ex-político insinuou que o atleta teria sido convocado para a Seleção Brasileira em 2023 apenas por conta de acordo feito com o então técnico Fernando Diniz, com o objetivo de aumentar o preço do jogador no mercado.

Ao ser questionado sobre a escolha do deputado federal Nikolas Ferreira como presidente da Comissão de Educação da Câmara, Frota usou os nomes de Nino e Fernando Diniz como comparativos.

Vídeo completo: TOMANDO UMA com ALEXANDRE FROTA #103

"É mais ou menos o que o Diniz fez com aquela vergonha daquele zagueiro do Fluminense, que está no Zenit. O que ficou na seleção brasileira por dois jogos... O Nino! O Nino na seleção brasileira não dá", afirmou o ex-deputado.

"O Diniz sabia que ele ia para o Zenit e levou o cara para três jogos. Meu irmão, depois que o cara coloca a camisa da Seleção e fotografou, o preço sobe! Mandou embora e ‘tchau, não esquece meus 5% quando chegar lá’, ‘o primeiro salário manda para mim’, ‘fui eu que te coloquei lá’”, completou Frota.

Nino, ex-jogador do Fluminense e atualmente no clube russo Zenit, é representado pelos advogados Márcio Felipe Buzalaf, Thiago de Souza Rino e Filipe Souza Rino. Com o processo, se pede uma indenização de R$ 50 mil a Frota.

A defesa do atleta afirmou na petição inicial, ajuizada no final de abril, que as declarações de Alexandre Frota foram "pesadas e desproporcionais".

 

Tags

Autor